6 de set de 2010

Weblogic - Persistência de sessão em Banco de Dados

Apesar de raramente ser necessário ou mesmo recomendado, já passei por situações onde a persistência de sessão(HttpSession) do usuário tivesse como requisito de arquitetura a necessidade de ser persistida em base de dados quando normalmente o recomendado é fazer em memória por motivos de performance. Quando for necessário fazer isso com utilização de weblogic é bem simples.

Primeiro precisamos da base de dados, neste exemplo vou usar o postgresql, que é free e fácil de usar e instalar. Fiz, a algum tempo, um quickstart em um outro post que sempre me é útil.
Bem, uma vez instalado o postgres basta criar uma base de dados, que nesse exmplo tem as configurações:

-Nome da Base: wl_session
-Usuário: weblogic
-Senha: weblogic


Feito isso deve-se criar a base de dados para persistência de sessão conforme script disponibilizado, perceba que existem scripts específicos para diversos banco de dados como Oracle, DB2, etc.

Bem, neste caso utilizo o script que adaptei para o Postgres:
create table wl_servlet_sessions
  ( wl_id VARCHAR(100) NOT NULL,
    wl_context_path VARCHAR(100) NOT NULL,
    wl_is_new CHAR(1),
    wl_create_time BIGINT,
    wl_is_valid CHAR(1),
    wl_session_values bytea,
    wl_access_time BIGINT,
    wl_max_inactive_interval INTEGER,
   PRIMARY KEY (wl_id, wl_context_path) );


Após a criação da tabela na base baixar o driver e criar um pool de conexões no weblogic apontando para esta base. Neste exemplo utilizei os atributos de pool:
- Nome do Pool: PostgresDS
- jndi name do pool: jdbc/Postgres

Com o pool feito, é só configurar no weblogic.xml da sua aplicação web para utilizar o pool configurado, conforme no exemplo abaixo:


    10.3.2
    sessaodb
    
        JDBC
        PostgresDS
        jdbc/Postgres
    


Pronto, agora ao acessar uma página da aplicação uma nova sessão será criada na base de dados e o weblogic irá persistir as sessões de usuário nesta tabela, enquanto as mesmas estiverem ativas, conforme a imagem abaixo ilustra.


Lembre-se que esta não é uma opção que melhor se adeque se sua aplicação precisar de foco em performance e escalabilidade e normalmente deve ser utilizada somente se for uma necessidade específica do projeto. []s