13 de jan de 2010

Weblogic JMS - Parte I - Overview de JMS

Comecei a revisar os conceitos de JMS do weblogic e por isso irei fazer uma série de postagens resumindo estes conceitos. A fonte principal de consulta para estes artigos será a especificação oficial da sun para JMS 1.1 e a documentação oficial de JMS do Oracle Weblogic Server 10.3.

JMS provê uma maneira padronizada para programas java criarem, enviarem, receberem e lerem mensagens de sistemas coorporativos de mensageria como Weblogic JMS Server, IBM MQ Series, Apache Active MQ dentre vários outros. A especificação provê então uma forma para comunicar com qualquer destes ambientes abstraídos de seu fornecedor, bastando, para isso, que o "Message Oriented Middleware" - Middleware orientado a mensagens escolhido implemente a especificação JMS 1.1 que é a abordada neste artigo.

JMS provê um conjunto de interfaces e padrões que definem como um cliente acessa os recursos de um Produto Orientado a Mensagens.

JMS prevê dois tipos básicos de mensagens "point-to-point" e "publish-subscribers". As mensagens point-to-point são mensagens enviadas para uma fila onde apenas um cliente irá publicar e somente um cliente irá receber e processar a mensagem, no modelo publish-subscriber é utilizado um tópico onde vários clientes podem se registrar para publicar e receber as mensagens. Para melhor ilustrar estes modelos basta pensarmos em um ambiente de call center por exemplo que é similar ao modelo point-to-point pois quando um atendente pega a ligação do usuário é feita uma ligação entre dois pontos. Já no modelo publish-subscriber é um modelo parecido com uma lista de discussão ou grupo da internet, onde um ou vários clientes podem postar uma mensagem que será recebida por todos os clientes que estiverem associados aquela lista. Posteriormente entrarei em mais detalhes e exemplos dos dois modelos.

O item 1.2.4 da especificação JMS 1.1 detalha um item bastante importante, listando os itens que não são definidos na especificação e que, portanto, cada fornecedor de produtos de mensageria implementam de forma proprietária ou em muitos casos nem fornece o serviço. Este itens incluem: Serviços de balanceamento de carga e tolerância à falhas, Notificação ou aviso de erros e problemas, Administração, Monitoramento, Segurança e Protocolo de comunicação. O Weblogic Server 10 possui todos estes serviços que podem ser considerados adicionais à especificação, mas que são fundamentais em um produto com qualide de serviços aceitáveis para grandes corporações.

O item 1.4 da especificação define que algumas APIs tem que ser compatíveis e possível de serem utilizadas em uma implementação JMS, e portanto todos os produtos que forem compatíveis com a especificação devem suportar os padrões: JDBC, componentes JavaBeans, EJB, JTA, JTS, JNDI e Java EE.

Neste primeiro artigo fiz um resumo do item 1 da especificação JMS 1.1 destacando seus principais pontos. No próximo irei tratar do modelo de arquitetura do JMS 1.1 que é definido no item 2 da especificação.

[]s

Nenhum comentário: